energia solar na área rural

Brasil ultrapassa 64 mil sistemas de energia solar na área rural

Consumo de energia solar pelo agronegócio brasileiro representa 13,1% da capacidade de geração do país

Redação

em 26 de outubro de 2023


O Brasil não só atingiu, como superou, a marca de 64 mil sistemas de energia solar instalados na área rural. Isso significa que a área está em terceiro lugar no que se refere às conexões e capacidade instalada, ficando atrás apenas das residências e empresas. 

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), os sistemas de energia solar na área rural vêm recebendo investimentos desde 2012 e, hoje, representam cerca de 13,1% da capacidade de geração distribuída de energia solar no país.

Ainda em 2020, eram  29.334 sistemas em operação na área rural. Essa contagem saltou para 61.294 no final de 2021. A Absolar estima que, até 2050, a geração distribuída tenha potencial de atrair R$ 140 bilhões em investimentos. Além disso, de acordo com a associação, será possível economizar cerca R$ 150 bilhões em custos de termelétricas.

“A energia solar traz inúmeras vantagens para a agro. Setores como avicultura, produção de leite, irrigação, bombeamento de água, entre outros, experimentam uma considerável diminuição nos custos ao adotar esse sistema”, contou Romário Alves, CEO e fundador da Sonhagro, rede especializada em fornecer crédito rural para produtores.

Sistemas de energia solar na área rural

Com a Resolução Normativa (RN) 482 que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabeleceu em 2012, houve a implantação do sistema de compensação, em que o excedente de energia gerado pode ser “emprestado” para a distribuidora, gerando créditos para serem utilizados posteriormente.

Para Fernando Belmonte, fundador do Melhor Indústria, o sistema fotovoltaico proporciona economia de até 95% para os produtores rurais. “Os sistemas de energia solar na área rural livram os produtores das surpresas causadas pelos frequentes aumentos na conta de energia. Além disso, o retorno do investimento é rápido, o sistema exige pouca manutenção e tem uma vida útil prolongada”, explicou.

As perspectivas para a energia solar em áreas rurais são positivas. Representam eficiência e sustentabilidade econômica para o futuro do agro brasileiro.