irregularidades de terceiros

Plataforma evita irregularidades de terceiros no agro

Objetivo é combater o trabalho análogo à escravidão, evitando que produtoes responsáveis sejam penalizados por irregularidades de terceiros

Redação

em 25 de outubro de 2023


A tecnologia vem sendo usada para monitorar o fornecimento de mão de obra de terceiros e evitar irregularidades, tais como o trabalho análogo à escravidão em setores como o agronegócio. Tema importante, que pode representar um risco reputacional alto, esse tipo de atividade pode ser detectado com uso de softwares especializados como o da Linkana. Os recursos também ajudam mercados como o do agronegócio a cumprirem devidamente a agenda de ESG.

A plataforma seria a primeira com dados compartilhados sobre fornecedores da América Latina, oferecendo tecnologia para identificar, de forma eficaz, empresas que apresentem riscos. O processo é baseado no banco de dados que reúne mais de dois milhões de informações coletadas. A partir desse repositório, é possível informar as empresas contratantes sobre parceiros terceirizadores de mão de obra.

Segundo Leo Cavalcanti, CEO da Linkana, é fundamental que as empresas monitorem suas relações comerciais, principalmente porque, no Brasil, as legislações ainda estão restritas ao âmbito trabalhista e não são tão rigorosas quanto as leis europeias sobre o tema.

O executivo lembra que grande parte das pessoas nem imagina como esse problema é generalizado, mas a exigência e a implementação de processos de certificação independentes, combinados com novas tecnologias de monitoramento e gestão de riscos de fornecedores, podem reduzir as ameaças.

Leia também:

Brasil já tem condições de rastrear fornecedores indiretos da pecuária

Os números mundiais alertam para o problema: segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Walk Free Foundation, grupo internacional de direitos humanos focado na erradicação do trabalho escravo, estima-se que mais de 40 milhões de pessoas vivam em algum tipo de escravidão moderna. A maioria trabalha na limpeza de casas e apartamentos residenciais, na produção têxtil, na colheita de frutas, legumes e grãos, na pesca em alto mar, na extração de minerais, metais e minérios e no trabalho em grandes obras de construção e infraestrutura.